segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

1.000 Horses In My Herd (4)

Vendo-me ficar vesgo de tanto aproximar os olhos do painel do computador, alguém foi até a porta da sala de reuniões e acendeu uma luz extra. Como Diana estava longe , naquela manhã ! Ao entrarmos naquele assunto, após uma hora de palavrório infrutífero , a única coisa que eu queria era voltar para os meus aposentos e reencontrar minhas pantufas e a metade de charuto que deixara na banheira de hidro, os bicos dos seios de Diana voltados para o fogo dos meus olhos. ''Existe algo decente no Universo '' (eu pensava) ''E posso sentir tudo isso DICTO MILLESIMO como uma onda, mas dificilmente como religião ''. Eu estava febril naquela manhã . ------ Nada temos até o momento (disse aos Secretários) Sabemos, no entanto , que os governos neoliberais da Europa  são um ''modo de governo'' que se apoia na intensificação de crises políticas e econômicas, crises essas que nós prometemos resolver, e não alimentar. MAS NÃO OUSAREMOS EVOCAR TAIS GOVERNOS AQUI . Governar através de crises, apreciando suas qualidades centrípetas de buraco negro... Quem sabe um belo caso de Força Maior se desenvolvendo sob nossos pés (?) A reforma mais radical já feita até hoje num governo democrático foi certamente a da Nova Zelândia , onde até a polícia foi terceirizada. Vejamos : havia proteção das empresas públicas do controle político, liberação de empresas estatais de normas de contratação , de orçamentos e de concorrência pública.  O remédio imediato foi descentralizar para aumentar o controle na ponta .Mas descentralizar demais cria nichos de corrupção imbatíveis. Portanto, não existe fórmula mágica, nem aplicação mecânica de grandes idéias. Tudo deve ser controlado com olho de águia, quando novos mecanismos de controle estão sendo criados. Controle do próprio controle, simples e efetivos. O resultado da ''corporização'' na Nova Zelândia foi a redução do funcionalismo em 50% , o aumento das empresas em 15 % e de suas receitas em 40% , mas após algum tempo o governo teve que voltar atrás em vários pontos,  tão grande e alarmante foi o abalo social . Acreditaram ter descoberto a pólvora e ligaram o rolo compressor das reformas como lunáticos, levando o governo a se debater horrivelmente ''Tellus Vomit Cadavera'' em seu novo sistema de restrições econômicas, jurídicas e institucionais (...) -------, eu disse. A porcelana, o cromo , os espelhos da sala fizeram descer sobre mim, naquele momento , uma grande calma. Mas aquela não era (de resto) uma calma tão grande assim. Primeiro, porque revelou-se surpreendente a dificuldade de se obter os dados completos do próprio governo ... a necessidade de maior transparência e de uma cultura de 'acontabillity '' das políticas públicas com arco,  flecha e um lobo feroz no papel de guia . ''Que aspecto será que tenho para esses senhores (??) '', perguntei-me então ''Rothar e os outros tocados (talvez) por alguma de minhas heresias arianas (?) , Mas Rothar, assim como os outros, há muito obtivera algumas leis escritas e um famoso ''Prólogo à Governabilidade'' , espécie de droga até então jamais usada como clímax de acontecimentos políticos. Talvez no antigo culto da serpente medieval, mas não na era das democracias (concubinas, bacchatur, Cunningpert elegante , e um guerreiro de sobreaviso... ) ''. Súbito, um ruído de porta me remeteu à preocupações menos elevadas que aquelas. Levantei-me da mesa um pouco trêmulo. No líquido amanhecido depressa de todos aqueles olhos úmidos eu via a estrutura difusa de N lealdades e 'broncas internas' ocupando o lugar vazio das estruturas políticas formais dos últimos oito anos. ''Uma rede apertada de amizades de combate (?) '' (pensava) ''Amizades de sobrevivência apertada na selva de tensões que clamavam pela padronização do sistema financeiro global. Ora : cada país que protegesse seu próprio sistema bancário. MUNDIAIS EM VIDA, NACIONAIS EM MORTE ?? Todas aquelas regras invasivas formuladas na Basiléia querendo ''acertar o alvo '' às custas do jogo América versus Zona do Euro. Não haveria mais aqueles pisos, isso eu podia garantir.  ------ Tenham calma (prossegui ) A União Européia vem ficando cada vez mais isolada em seu eterno canto rabugento. Dir-se-ia uma Parca com os fios avariados. Aqueles bancos emprestam mais a grandes empresas, de alta classificação , que tem acesso à mercados de capitais , em vez de tomar empréstimos de bancos.  Mais contratos de crédito imobiliário de baixo risco, na ausência de Fannie Mae (s) e Freddie Marc (s) , que absorvem avidamente contratos de crédito imobiliário securizados na América.  Enchentes chegando da Via Láctea. ACTUM TICINI IN PALATIO . Eles se perderão tentando manter a integração bancária européia contra o Brexit e a derrisão bancária italiana. Um completo 'descasamento'' entre objetivos e instrumentos propostos nos eixos balizadores de tais políticas ... trocando triunfos por ''travertinos'' ilusórios (.) ------,concluí . Meus joelhos pareciam cheios de ossinhos moventes, quando eu pensava naquilo.  ----- Estou com sono (.) -----, acrescentei , acendendo um longo charuto. ----- Não tenho tempo para controlar isso tudo. Quero água (!) E o nome intermediário de Wang não está em Mathews (.) Sardonix pario , lilia mixta rosis . Envelhecendo calmamente . A única coisa que deve prevalecer 24 horas entre nós são os baixos custos e a alta qualidade das ações. Eis o buraco negro do governo : controle de custos. Expansão fiscal com controle de custos. Nenhuma contradição aqui. Mas sejamos honestos: nenhum governo moderno tem, na atualidade,  a mínima idéia se os custos praticados nas suas ações e serviços podem ser reduzidos e em que proporção, sem alterar a qualidade dos resultados. Não se fazem ABSOLUTAMENTE  contas de forma competente e só um contrato dos preços públicos com os preços praticados pelo setor privado, dentro de uma licitação, permite identificar o custo real de cada serviço . Lembremos a lendária transformação de Indianápolis. Eles entraram fundo na fórmula da concorrência. 25 % de economia média por contrato após mais de trinta serviços licitados. Mudanças de vínculo empregatício, mas sem demissão. Os vencedores de cada licitação recontratavam os funcionários da administração, e o poder público arcava com os custos da reciclagem técnica desses funcionários. Indianápolis criou assim um implacável exército de ''cortadores de custos'' . Até os sindicatos aceitaram o procedimento. Chegaram até mesmo a sugerir novas privatizações dentro do modelo usado, longe de um simples ''retorno à Adam Smith '' .Algo notável. Digo: como personalidade (.) ------,concluí. Olhando-os nos olhos , ri por dentro. Em cinco minutos, criara modas para os próximos cem anos de Tio Sam.  ''Um apelo  à razão (pensei de repente) compreendia cerca de 13% de apelo à realidade, NÃO MAIS ''. Todos me agradeceriam depois, por isso aguardei até que a última gota, até que a última migalha de contrariedade desaparecesse daqueles olhos. Não podia voltar atrás na minha decisão, livremente tomada e claramente anunciada pelo Espírito Santo dentro de mim , sem uma diminuição súbita da minha autoridade. Não havia mais necessidade de fantasmas... digo: de palavras naquela manhã. 

K.M.

Nenhum comentário:

Postar um comentário